• Facebook
  • Twitter

NOTÍCIAS

12/11/2018

Sofri um acidente de trânsito, quais são os meus direitos?

 

Diariamente ocorrem vários acidentes envolvendo motos, carros, caminhões, ônibus, bicicletas, etc.

 

Uma grande parcela desses acidentes possui vítimas que podem ser motociclistas, motoristas, passageiros, ciclistas, pedestres, dentre outros.

 

O que talvez você não saiba é que toda vítima de acidente pode pedir indenização contra o causador do dano, que pode ser tanto o condutor do veículo, o proprietário do carro, a seguradora, o empregador etc.

 

NÃO SE CONFUNDA: ESSA INDENIZAÇÃO NÃO É SEGURO DPVAT E NÃO É O BENEFÍCIO DO INSS.

 

VOCÊ PODE TER RECEBIDO O SEGURO DPVAT, ESTAR RECEBENDO O AUXÍLIO DO INSS E MESMO ASSIM RECEBER A INDENIZAÇÃO DO CAUSADOR DO ACIDENTE.

 

Uma não anula a outra!

 

Essa indenização que a vítima tem direito busca o pagamento de:

 

- dano material (conserto da moto, conserto do carro, tratamento médico, despesas com remédios, médico, deslocamento, etc.)

 

- dano moral (indenização fixada pelo juiz em razão da dor, angustia, sofrimento, etc.)

 

- dano estético (indenização fixada pelo juiz em razão de cicatrizes, encurtamento de membro, marcas, etc.)

 

- pensão mensal (em caso de diminuição da capacidade de trabalho, em caso de morte)

 

- despesas futuras (com tratamento, cirurgias, fisioterapia, etc.)

 

Importante: a lei determina um limite de tempo para que a vítima entre com a ação de indenização: o prazo é de 3 anos após o acidente.

 

Tenha a seguinte documentação para ingressar com a ação de indenização:

 

  • Boletim de ocorrência.
  • Testemunhas.
  • Fotos: do local do acidente, da “batida”, das lesões no corpo, etc.
  • Documentos do hospital e do médico (prontuário, declarações, receitas, etc.)
  • Comprovantes de pagamento de despesas para reembolso.
  • Comprovantes de renda.

 

Nosso escritório irá orientar você a receber a indenização justa. Entre em contato conosco.



OUTRAS NOTÍCIAS